Quem é o mulherão Renata Poskus?


Renata Poskus, paulista de 33 anos.

Queremos que vocês conheçam as nossas referências no segmento plus size.

Hoje vamos mostrar para vocês um pouco desta pessoa incrível que incentiva milhares de mulheres a se aceitarem como são. Para quem ainda não conhece, a Renata Poskus é a criadora do Blog Mulherão e idealizadora do maior evento de moda GG do Brasil, o FWPS - Fashion Weekend Plus Size. Mora na capital paulista e é de São Paulo que ela administra tudo.

Ela com certeza é um mulherão. Tem 33 anos, é formada em jornalismo, é modelo plus size, é consultora de moda e empresária. Ela está sempre antenada nas tendências da moda e também em assuntos diversos, adora aprender coisas novas. Como ela mesma disse, ela é uma “pesquisadora compulsiva”

Segue a entrevista na integra pra vocês: 
MC = Madame's Curves pergunta.
RP= Renata Poskus responde... rs

Renata e a Alice no último FWPS.

MC - Quando e porque surgiu a idéia de criar o Blog Mulherão?
RP: Eu já acompanhava notícias sobre a moda plus size internacional quando em 2007 fiz meu primeiro desfile como modelo plus size aqui no Brasil. Foi no programa Mulheres, da TV Gazeta, para a grife Kauê.
Na época, eu trabalha como consultora de comunicação e marketing. No início de 2009, criei o Blog Mulherão como uma espécie de diário em que relatava as minhas tentativas fracassadas de emagrecimento, com muito bom humor.
Foi o primeiro blog plus size do Brasil, escrito em primeira pessoa, por uma mulher.

MC - Você imaginava que faria tanto sucesso? 
RP: Eu tinha certeza que faria muito sucesso  profissionalmente, como jornalista, porque sempre fui uma estudante aplicada e profissional dedicada, mas jamais imaginei que seria por meio do Blog Mulherão. Ele não surgiu como um negócio, como uma tentativa de lucrar. Ele surgiu por amor. Eu amava escrever, falar sobre minha vida e dividir experiências com desconhecidos. Acho que é por isso que o Blog fez tanto sucesso, por ser autêntico, genuíno.

MC - Qual é o assunto mais procurado pelas leitoras?
RP: Varia muito. As leitoras que chegam ao Blog Mulherão usam o Google como uma espécie de oráculo, então consigo levantar diversos questionamentos que elas fazem. Muitas querem dicas de moda, outras querem ser modelo plus size, mas a maioria busca um amparo comportamental.

MC - Você acha que as mulheres estão se aceitando mais?

RP: É bom saber que muitas mulheres plus size hoje não ficam mais reclusas, com vergonha de seus corpos. Muitas reclamam, querem emagrecer, mudar uma coisa aqui ou outra ali. Há quem deseje reduzir o estômago ou que se sinta deprimida por conta do preconceito ainda existente. Porém, acredito que esteja mais fácil viver como gorda nos dias de hoje, do que há 10 anos. 

MC - O que você mudaria nos dias de hoje para tentar diminuir o preconceito que ainda existe?

RP: Acho que deveriam existir leis mais sérias contra qualquer tipo de discriminação. Além de penalizações, repressão, deve existir também a educação, conscientização. As escolas deveriam possuir uma matéria sobre Cidadania em suas grades curriculares, para tentar ensinar valores que muitas vezes são omitidos ou transgredidos por seus pais, como por exemplo o respeito ao próximo.

MC - O mercado plus size está crescendo, hoje já temos algumas marcas investindo nesse segmento. Quais são as suas expectativas em relação a esse crescimento?
RP: O mercado plus size não vai parar de crescer.  As confecções já reconheceram um mercado consumidor em potencial e não vão dispensá-lo ou ignorá-lo mais. Agora, o que desejo, é que o mercado tenha um crescimento qualitativo. Roupas com ainda mais qualidade, modernas, com distribuição em regiões longe dos grandes centros urbanos também.

MC - Hoje temos muitas modelos profissionais que representam muito bem o segmento plus size e que muitas meninas estão se profissionalizando para serem modelos também. Qual é o perfil ideal e quais dicas que você deixa para as novatas?
RP: Quando comecei a trabalhar como modelo plus size, vestia manequim 44 e percebia uma certa rejeição por ser magra demais. As poucas modelos que trabalhavam na época usavam manequins maiores: 48, 50, 52... Eu percebi que o mercado mudou. Cada vez mais as modelos plus size em atuação estão mais magras. As 44, 46 são maioria nos catálogos hoje em dia. Então, embora não concorde, esta é a atual realidade.
Além disso, vejo relutância no mercado em aceitar modelos tatuadas, negras, com cabelos curtos... O perfil é sempre o mesmo: brancas, altas, com cabelão.
A dica que dou é que olhem as modelos de verdade que estão em atuação. Não se comparem com aquelas que usam o termo modelo plus size como sobrenome e que nunca fazem trabalhos de verdade. Usem como referência modelos de catálogos, trabalhos de grifes, desfiles prestigiados. Se você se parecer com essas modelos de verdade, corra atrás do seu sonho de ser modelo.

MC - O seu blog se tornou referencia para o segmento plus size e muitas blogueira o utilizam como fonte de pesquisa, o que acha disso? 
RP: Fico feliz em saber que influencio positivamente leitoras e outras blogueiras.

MC - O FWPS é o maior evento de moda GG do Brasil e vem se superando a cada edição. Quando surgiu a idéia de criar um evento como esse?
RP: A ideia surgiu em 2009, inspirada pelo Ful Figured Fashion Week que acontecia em Nova Iorque pela primeira vez. As leitoras do Blog Mulherão desconheciam que existiam roupas para elas no mercado da moda. As grifes plus size queriam conhecer este público. Ambos só precisavam serem apresentados. O Fashion Weekend Plus Size deste encontro e deu super certo.

MC - Sabemos que Dia de Modelo é um sucesso, e que você já faz em São Paulo,  fez no Rio de Janeiro e em Porto Alegre. Qual o retorno que este evento traz para você e para as mulheres que participam? 
RP: O Dia de Modelo Plus Size surgiu como uma necessidade pessoal. Eu havia terminado um relacionamento e queria fotos bonitas para reconquistar o ex-namorado. Como não tinha dinheiro para pagar um book e morria de vergonha de fazer com um fotógrafo habituado apenas com mulheres magras, reuni algumas leitoras e fizemos um rateio dessas fotos.  Fizemos um book bonito e barato. Foi um sucesso! As outras leitoras queriam essa experiência também, então nunca mais parei. Fizemos mais de 900 books.
Eu fico realizada. Sinto um orgulho imenso de cada uma dessas mulheres. Elas saem felizes, radiantes e me contagiam.

MC - Como é a Renata no dia a dia? Quais são os seus hobbies, seus projetos pessoais? Queremos saber um pouquinho como você é fora do mundo Plus Size!
RP: Sou uma mulher muito simples. Gosto de ficar em casa com minha família. Adoro conversar, jantar fora. Leio muito e sou uma pesquisadora compulsiva de assuntos aparentemente inúteis. A cada dia estudo usando o google, alguma coisa diferente que não tenha ligação alguma com minha vida: uma patologia clínica, a história de um País pequenino, a vida de um artista, política, espiritualidade etc.  Gosto de aprender, fico feliz quando aprendo algo novo.
Não uso looks com 500 tendências juntas no dia a dia, mas gosto de estar sempre maquiada e bonitinha, mesmo que seja com um vestidinho levinho e uma sandália de dedo.
Amo trabalhar. Na verdade, tenho até certo vício em trabalho que estou tentando diminuir.   Abri mão de muitas coisas na minha vida pessoal para me dedicar ao meu trabalho. Precisei colocar tudo em uma balança e percebi que eu não seria feliz tendo filhos e maridos e sendo mediana no meu trabalho. Eu fiz uma escolha e, hoje, embora tenha me questionado internamente algumas vezes, acredito que tenha sido a melhor opção.
Não consigo fazer grandes projetos pessoais. Quero voltar a fazer ballet, talvez uma nova faculdade e trabalhos voluntários, que sempre prometo que farei e nunca faço.
Na verdade, não sou de pedir. Agradeço. Sou muito grata a Deus por ter intercedido na minha saúde e de membros de minha família. Tudo o que eu queria neste aspecto, eu tenho: uma família unida e feliz. Talvez ela aumente um dia. Terei filhos com certeza, talvez não biológicos, mas já me preparo para uma adoção tardia. Ah, e acho que estou pronta para me permitir apaixonar novamente. Amo amar.

E foi isso pessoal, espero que tenham gostado de conhecer um pouquinho deste Mulherão que faz e acontece no segmento Plus Size.

Beijos da Plus Pretinha!

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário