Prazer, Sou Modelo Plus Size!!!

Modelo Eduardo pelas lentes do Fotógrafo Filipe Menegoy
Quando falamos de moda plus size, sempre lembramos das mulheres mais tops do mercado e dificilmente ouvimos falar ou encontramos homens nos catálogos, ensaios e em editoriais, não é mesmo?
 Mas, existem sim modelos masculinos no mercado GG e algumas lojas e grifes já estão dando espaço para eles também... Afinal de contas, também temos muitos gordinhos lindos que se preocupam com a aparência e querem se vestir bem!

Hoje vamos apresentar para vocês um pouquinho da trajetória do Eduardo Rodrigues, que é modelo desde de 2012, tem 24 anos, mora no Guarujá/SP e está totalmente focado na carreira de modelo plus size. Ele nos contou que hoje a sua principal renda é dos trabalhos que faz como modelo.


Modelo Eduardo pelas lentes do Fotógrafo Filipe Menegoy
Segue a entrevista na íntegra.
MC = Madame's Curves pergunta.
ER = Eduardo Rodrigues responde... 

MC - Como surgiu a oportunidade de virar modelo plus size? 

ER - A Oportunidade de trabalhar como Modelo surgiu quando eu comecei acompanhar o mercado Plus Size. Comecei a procurar lojas como consumidor em busca de roupas "modernas" para gordinhos. Algo que fugisse do básico,camisa preta e calça jeans. E vi que algumas poucas lojas estavam investindo e comecei a reparar os modelos das lojas. Nunca me imaginei no lugar deles pois me achava muito inferior. (risos) Mas depois de alguns incentivos de umas amigas e uma ex namorada eu resolvi procurar algum curso e agência que me dessem um suporte para a tal profissão. Fiz um curso e tive um acompanhamento de um diretor de teatro e após me sentir preparado, me lancei no mercado, e obtive êxito.

MC - Já sofreu algum preconceito por ser gordinho? E por se modelo plus size? Você sempre se aceitou gordinho?

ER - Sim, já sofri preconceito. Aquele velho bullying na escola. Já fui rejeitado em entrevistas de emprego pelo fato de ser gordo. Aquela palavra " Gordofobia", eu senti isso na pele. Uma vez em uma ida do Guarujá a São Paulo eu não consegui passagem no ônibus pois estavam esgotadas, então peguei uma Van . Quando entrei na Van, procurei um lugar vago e sentei ao lado de uma senhora. Essa senhora imediatamente em um ato de repudio, se levantou saiu do meu lado e disse que não sentaria do meu lado. Pedia para o motorista que me tirasse da Van, pois eu estava causando "Sufoco" nela pelo meu tamanho. Ela disse que preferia sair ao sentar do meu lado. Então arrumaram outro lugar pra ela no fundo da Van. Me senti completamente constrangido. Me calei perante aquela situação,respirei fundo por alguma vezes e mantive minha mente em equilíbrio. Fiquei a viagem toda tentando entender o porque de tanto repudio .
Já sofri preconceito por ser Modelo Plus Size sim. Por um Gerente de uma empresa que trabalhei, quando descobriu que eu era modelo ele disse: Só se for modelo da Ultragaz, o famoso "antes" da Polishop entre outras piadinhas de mal gosto. Mas nada disso me abala pois hoje tenho minha mente muito focada nos meus sonhos e to construindo minha carreira firmada na rocha. E não vai ser qualquer vento que vai me derrubar!
Eu comecei me aceitar aos 20 anos. Eu morria de vergonha do meu corpo, ia na praia e não tirava a camisa, deixei de ir em vários passeios de parque aquático da escola por vergonha do meu corpo. Mas depois dos 20 anos consegui abrir minha mente,vi que não era o único e que tem muita mulher que gosta de gordinho também. Pode parecer um motivo banal mas foi assim que dei início a melhora da minha auto estima.

MC - Quais são os trabalhos que já realizou e realiza frequentemente como modelo?

ER - Já fiz uma participação no Pânico na TV junto com a modelo Carla Manso, foi bem no início. Era um desfile que na real seria uma pegadinha para o Bola.
Fiz alguns trabalhos para as lojas: For Men, Fenomenal e Tamanhos Nobres.
Participei do Fashion Weekend Plus Size Verão 2016, desfilando para a Grife Tamanhos Nobres e gravo toda semana um comercial para loja Fenomenal que vai ao ar todos os dias na TV Gazeta e Mega TV.


Modelo Eduardo pelas lentes do Fotógrafo Filipe Menegoy
Modelo Eduardo pelas lentes do Fotógrafo Filipe Menegoy


MC - Quais são as suas perspectivas em relação a sua carreira de modelo plus size e referente ao crescimento do mercado GG?
ER - Minha perspectiva ta sendo viver o hoje. Estou na fase da semeadura.  "É tempo de plantar nem que seja na neve." E depois de cuidar bem dessa plantinha, quero sim colher os frutos.

MC - Qual sua opinião sobre as confecções masculinas dentro do segmento plus size? Me fala a sua visão como consumidor e como modelo? 
ER - Minha opinião sobre as grifes masculinas Plus Size é otimistas. Tenho visto o esforço e investimentos de algumas. Quero dizer que sou muito observador, quero estar por dentro de tudo, quero saber de todas as novidades, busco me informar todos os dias. Posso dizer que houve uma melhora mas ainda a moda masculina anda a passos lentos. Exemplo: A moda feminina das modelos convencionais lança a novidade da  estação e a moda Plus Size consegue usar com um atraso de 2 a 3 meses. Muitas vezes até ao mesmo tempo. Já a moda masculina não. A moda masculina de modelos convencionais lança a novidade e nós vamos ter essa novidade depois de 1 ano e olhe lá. Vejo muito dessa dificuldade de adaptar a moda convencional ao Plus Size masculino.

MC - Você tem alguma dificuldade ou gostaria de melhorar algo?
ER - Sim, quero melhorar muito ainda. Quero melhorar a minha passarela e alguns detalhes faciais por exemplo. Tenho olho pequeno que não fica muito bom em vídeo. Pra sanar esse problema eu tenho que combinar o sorriso com os olhos mais abertos e também fazer isso sem exagerar em abrir os olhos. Estou melhorando minha estética pois tenho a pele muito oleosa e agora estou tendo controle dessa oleosidade que me provocaram muitas acnes. Graças a Deus estou vencendo! (Risos) Acho que é isso, enquanto estiver vivo tenho que buscar melhorar.

MC - Você vive só da renda de modelo ou tem outra profissão?
ER - Atualmente só vivo da renda de modelo. Também sou analista de rede elétrica e ano que vem vou começar estudar marketing.

Modelo Eduardo pelas lentes do Fotógrafo Filipe Menegoy
MC - Quais são as suas inspirações e referências no segmento plus size?  
ER - Minha referência foi o modelo Roberto Labate, acho que de técnica em foto e passarela é oque tem de melhor hoje. Tem algumas modelos femininas que eu também tenho como exemplo de profissionalismo que são: Carla Manso,Vanessa Pichinin, Fluvia Lacerda, Tess Holiday.

MC -  Como é o assédio das mulheres? Elas te paqueram mais por você ser gordinho e modelo?
ER - Sim. Embora eu não de tanta liberdade, o assédio acaba sendo consequência de uma maior visibilidade, uma vez que sou modelo.

MC - O que você diria para os homens que também querem iniciar a carreira de modelo? Ou que querem fazer um ensaio, mas ainda tem vergonha? 
ER - Eu diria, se você quer ser modelo, estude! Não queira chegar no mercado sem informação e reclamar que não consegue trabalho. Tenha sua própria identidade. Por mais que você se inspire em alguém seja oque você é. Busque saber oque você vende. Ser modelo é ser um cabide, você está vendendo um produto. Cada um tem um perfil diferente pra cada produto. Um vende o cara chique, moderno, fino. Já outro pode vender o cara mais street, esporte, rústico. Então é muito importante saber oque se encaixa no seu perfil.
E para quem está querendo fazer umas fotos, um book e tem vergonha de si, eu só posso dizer uma coisa.
"Irmão, você é o único representante do seu sonho na face da terra! Se isso não fizer você correr. Eu não sei oque vai..."



Edu na passarela do FWPS Verão 2016 para a Grife Tamanhos Nobres

Edu na passarela do FWPS Verão 2016 para a Grife Tamanhos Nobres

MC - Como é a Eduardo no dia a dia? Quais são os seus hobbies, seus projetos pessoais? Queremos saber um pouquinho como você é fora do mundo Plus Size!
ER - Eu sou um cara tranquilo, sagaz,sou muito brincalhão. Sou um cara de poucos amigos, mas os que tenho são de verdade!
Me considero um cara educado, carinhoso, amo a minha família.
Adoro praticar esportes entre eles eu pratico: Musculação, Muay Thai, JiuJitsu, surfo de Bodyboard, jogo futebol, vôlei, rugby, natação basquete.
Eu busco sempre estar em equilíbrio, acredito que isso faz toda a diferença.
Também amo música e toco Guitarra, contra baixo,violão e bateria.
Tenho muita facilidade pra aprender música e esportes.
Eu costumo viver por algo que valha a pena morrer.
De uns 8 meses pra cá tive uma grande mudança de vida, mudei totalmente minha alimentação, hoje sou adepto da dieta Grace. Faço um trabalho específico pra ganho de massa muscular hoje tenho meus exames todos em ordem,tenho controle total da minha pressão arterial que já foi muito alta devido ao excesso de consumo de sal.
Já tive colesterol muito alto devido ao excesso em comidas gordurosas. Não quero nunca mais isso pra mim. Deus me deu esse corpo e eu decidi cuidar da melhor forma. Você é aquilo que come!


Recadinho do Edu: Esse sou eu, espero que tenham gostado de me conhecer um pouco. Sou totalmente grato a Blog Madame's Curves que está me dando esse voto de confiança. Quero agradecer a uma pessoa em especial que me apóia, pega no meu pé, me corrigi, me ensina e me auxilia que é a modelo Vanessa Pichinin. Minha Dinda :)
Mais uma vez obrigado e até a próxima. Que Deus abençoe a todos.

Ai ai... rs! Adoramos a entrevista com o Edu (agora já somos íntimas dele) e vocês, gostaram? Conta pra gente o que achou?

E confecções masculinas, queremos cada vez mais divulgações com modelos masculinos. Nossos meninos também querem representatividade nos desfiles, ensaios e nos catálogos! Isso não é mais um assunto só de mulher... todo mundo quer se vestir bem!

Todas as fotos que publicamos aqui, foi de um ensaio que o Eduardo fez com o Fotógrafo Filipe Menegoy. As fotos da passarela, foram tiradas no dia do evento pela equipe do Blog.

Beijos da Plus Pretinha!
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário