Gorda e saudável sim!

Oi meninas tudo bom??

A algum tempo estou postando em minhas redes sociais vários pratos saudáveis, e várias pessoas já vieram me questionar se estou emagrecendo.

A resposta é sim, estou!

Algumas pessoas até vão pensar neste momento: Ué, mas você não tem um blog que aborda aceitação de ser gorda???

Sim eu abordo, e piso na tecla dizendo que sim, você tem que se aceitar gorda ou não.
Abordo que para ser feliz, você não precisa seguir padrões impostos pela sociedade que quer que você seja magérrima para se adaptar a eles. 
Abordo que a beleza real vem do interior, a exterior é apenas extensão de uma pessoa de bem com ela mesma. Abordo que precisamos nos arrumar, nos vestir bem, nos maquiarmos, nos perfumarmos.

Mas então porque eu quero emagrecer???

Bom vamos lá que tem vários pontos nessa pergunta.
Primeiramente, uma breve história sobre mim. Eu Fernanda, tenho 29 anos e casada a 5 anos. Eu e meu marido a tempos queremos aumentar esta família, só que os adiantamentos, devido, trabalho, rotina etc, acabamos sempre deixando para aquele famoso ditado: O ano que vem eu engravido.

E foi onde passei por vários médicos e fui diagnosticada com síndrome de ovário policísticos e hipotireoidismo, e essas duas síndromes juntas simplesmente atrapalham a ovulação e consequente numa futura gravidez. E para a melhora deste quadro, eu teria que emagrecer.

Sim, comprovado cientificamente que se a pessoa não queira tomar coquetéis de remédios tipo EU, a pessoa teria que emagrecer. E foi isso que eu escolhi.

Resolvi a não fazer dietas milagrosas que não tem nada de milagre, resolvi a não passar por dietas imensamente restritivas e me adaptei a reeducação alimentar, e com isso vou emagrecer aos poucos e sem neuras.

Nessa história toda, conheci uma clínica de Circuito Funcional na minha cidade e posso dizer que me encontrei. Não falto um dia se quer, nunca me senti tão bem em fazer exercícios.

imagem retirada da internet
Cheguei onde quis!
Nestes meses de frequência na academia descobri um lado que eu não conhecia em mim, um lado de querer me exercitar, de me mexer. E por isso que eu incentivo a cada uma de vocês a fazer isso também. Não para emagrecer, mas pela saúde mesmo.

Vou a outro ponto sincero como uma mulher acima do peso.
No primeiro mês, eu não aguentava, meu coração disparara e por várias vezes tiver que parar o exercício, pois estava com taquicardia. Foi onde um filme passou na minha cabeça e pensei:
-Meoo, olha como estou fraca, olha como estou com falta de coordenação. Chega, quero me mexer! E aqui estou eu, tentando levar uma vida saudável na alimentação e fazendo exercícios. 

imagem retirada da internet
O emagrecimento certamente ocorrerá, e isso não me incentivará a pregar aqui uma vida do corpo perfeito, porque não existe o corpo perfeito, existe o seu corpo e as suas regras e ponto.

Continuarei com meus looks, posts e inspirações, pois sou como uma de vocês que quer se sentir bem e apenas ser feliz. Podemos ser saudáveis acima do peso sim, podemos ser felizes do jeito que quisermos sim!

Um Grande beijo.

Fernanda Pacheco
#SomosMadamesCurves

*fotos retiradas do Google imagens 
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário