Medalha de ouro para o plus size


Controvertida e polêmica, a Olimpíada chega, finalmente, ao Brasil. O espírito de superação marca também a história de quatro amigas plus size que comemoram desde já uma importante medalha de ouro: a da saúde. Há um ano, elas eram sedentárias e, agora, começam a contabilizar no cotidiano o lucro da mudança de hábito para uma rotina mais ativa.

Segundo um estudo realizado na Universidade de Cambridge, o sedentarismo, ou seja, não praticar nenhuma atividade física, mata quase o dobro do que a mal falada obesidade. Sim, a ciência prova que é possível que alguém com certo sobrepeso seja mais saudável do que um preguiçoso tamanho “P”.

A pesquisa, divulgada em 2015 no “Journal of Clinical Nutrition”, constatou que apenas 20 minutos de caminhada por dia já diminuem o risco de morte prematura em quem tem menos de 65 anos.


Modelos - Caroline Ferreira, Sylvia Barretos e Caroline Caparroz
Foi justamente essa manchete que, na época, fez a fotógrafa paulistana Kátia Ricomini, 38, apostar em uma rotina de exercícios. Depois de passar por um susto na emergência do hospital com falta de ar aguda, Kátia prometeu a si mesma uma vida mais saudável: parou de fumar, maneirou nas calorias e saiu do sedentarismo.

“Comecei com apenas alguns minutinhos de exercícios e ficava muito cansada. Com o tempo aumentei o tempo e a frequência da prática e senti resultado direto na minha disposição, além de centímetros a menos”, comemora a fotógrafa.

Outra que precisou passar por um susto na saúde para dar a volta por cima foi a beauty artist Fátima Palma, 45. Por exigência da sua profissão, Fátima passa a maior parte de seu dia em pé, parada. Problemas vasculares foram consequência quase óbvia da rotina puxada da maquiadora e, ano passado, culminaram em hemorragias. “Parecia cena de filme de terror, aquele monte de sangue jorrando da minha perna”. Após dois episódios, ela fez uma cirurgia vascular para contornar o problema e recuperou-se muito bem. Como parte da nova vida depois da cirurgia, Fátima, pela primeira vez, aderiu a um programa de atividades físicas. Começou caminhando com um grupo e, quatro meses depois, já está na iniciação à corrida; ultrapassando limites.

Limites, aliás, é o que a terceira amiga parece não conhecer: a jornalista e modelo plus size, Sylvia Barreto não deixa os quilinhos a mais atrapalharem em nada sua rotina. Quando nova, a bela era viciada em academia e malhava mais de duas horas todos os dias. Com a vida profissional agitada, o lado “sarada”, aos poucos, foi ficando meio largado e ela acumulou curvas a mais.



Modelo Sylvia Barreto

Seja no trabalho de modelo plus size, onde fica muito tempo no salto alto ou na vida de jornalista de turismo viajando (e experimentando) o mundo, Sylvia precisa ter muita disposição física para longas caminhadas e até praticar esportes mais radicais como parte de matérias para seu site de viagens.

Noiva, ela afirma que seu parceiro, também plus size e ativo, é um grande incentivador para uma alimentação mais saudável. Ela, recentemente, também abriu mão de um refrigerante no qual era viciada e não deixa de lado a atividade física. Ela caminha aceleradamente perto de sua casa na zona norte de São Paulo, duas vezes por semana e não pensa em parar não.






A mais novinha do grupo, a também modelo Caroline Ferreira, 21, viu na academia uma oportunidade de melhorar seu instrumento de trabalho: o corpo. Carol ganhou contornos mais definidos e se destaca no mercado cada vez mais competitivo de manequins tamanho GG. Agora, ela pega mais trabalhos com lingerie e biquínis. Como sua mãe recentemente teve um AVC, Caroline vê na prática de exercícios uma chance de ter uma vida mais saudável.



Caroline Ferreira





Para comemorar a nova rotina, as quatro amigas se juntaram e realizaram esse ensaio fotográfico com o tema do espírito olímpico; e, ainda, chamaram a jovem Caroline Caparroz para fazer parte do grupo em frente às lentes e claro, no “chega pra lá” ao sedentarismo.



Caroline Caparroz



Achamos o ensaio belíssimo e super motivador, as meninas arrasaram e mostraram que com certeza podemos fazer o que quisermos, o fato de sermos gordinhas, não tem a ver com sedentarismo. Um corpo gordo, pode muitas vezes, ser mais saudável que um corpo magro! Parabéns a todos os envolvidos! Ficamos felizes com o resultado. 

Na foto abaixo, consta os nomes de todos os participantes e o nome das marcas que contribuíram com as peças para ensaio.


Serviço
Créditos do Material
Modelos: Carolina Caparroz, Caroline Ferreira e Sylvia Barreto.
Fotografia e produção de moda: Kátia Ricomini (Fotoprime.Net)
Beleza: Fátima Palma
Produção Executiva e RP: Sylvia Barreto
Ass. De Produção: Caroline Ferreira e Fátima Palma


Beijos Plus e ótima semana!

Alice Primo e Fernanda Pacheco
#SomosMadamesCurves
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário